Maria e a Oração

Orar é estar diante de Deus.

quando o anjo diz a Maria que ela dará à luz ao Salvador, Maria responde: “Como será, pois eu não conheço homem algum? (Lc 1, 34)”. Maria se apresenta diante de Deus como uma noiva, Virgem. Assim devemos nos apresentar diante de Deus como somos, com nossas perguntas e dúvidas. Não finja ser anjos, seres especiais ou extraordinários. Diante de Deus, você tem que ser sincero.

Oramos com o coração.

“Com a palavra (do anjo) ela (Maria) ficou muito perturbada …” (Lc 1, 29). Maria é tocada no fundo do seu coração pela presença de
Deus. Maria é capaz de sentir a presença de Deus porque tem um coração sensível, puro e temente a Deus. Lembremo-nos da censura de Jesus citando Isaías 29:13:Essas pessoas “me honram com os lábios, mas seus corações estão longe de mim” (Mt 15: 8-9). Para orar, você precisa ter um coração sensível, capaz de ser movido. Você tem que ter cuidado. Devemos falar com Deus com nossos corações porque se trata de nossa vida, nossa felicidade.

Orar é dialogar com Deus.

É Ouvir e responder. Deus toma a iniciativa de nos amar, de falar conosco, de se comunicar conosco e somos chamados a responder a ele. Maria apenas fala com Deus, Ela quer entender: “Como vai ser, já que eu não conheço um homem? “(Lc 1, 34). Orar é simplesmente falar com Deus, fazer perguntas, expressar dúvidas, raiva, sofrimento. É ter uma conversa fraterna com quem amamos, Deus.

Orar é entender o que Deus quer.

É entrar no plano de Deus. O anjo anuncia a Maria que Deus decidiu que é chegada a hora de enviar o Salvador, o Messias, à Terra. Chegou a hora da felicidade de Deus. Deus quer salvar o mundo. Maria está feliz que este momento chegou. E ela realmente acredita que Deus pode fazer isso. Não é uma esperança vazia: “pois nada é impossível para Deus” (Lc 1:37). Ela acredita firmemente. O que Deus quer se torna o que ela deseja. Somente quando ela entende isso, ela pode dizer: “Eis aqui a Serva do Senhor; fazei de mim segundo a tua palavra! “(Lc 1, 38).

Na oração, nos abandonamos nos braços de Deus.

“Eu sou a serva do Senhor; deixe que aconteça com você também de acordo com a palavra de Deus! “(Lc 1, 38). Aceitamos ser um instrumento de Deus para dar felicidade às pessoas. Deus sempre nos empurra para os outros. Maria não pensa mais em si mesma, em seu noivo, nos belos projetos que fizeram … A vontade de Deus na vida é tão bela, tão importante, que ela só quer isso. A oração leva a grande confiança em Deus e sabemos que ele cumprirá seu plano de salvar a nós e ao mundo.

A oração leva à vida com os outros, com mais entusiasmo.

Maria não se tranca em uma caverna, rezando até dar à luz. Ela mora com José. Ela “se apressou” (Lc 1:39) com grande entusiasmo por Izabel, sua prima. E “ela ficou com ela por cerca de 3 meses, depois voltou para casa. »(Lc 1, 56). Maria é cheia do Espírito Santo. Este Espírito não a leva ao deserto, mas às pessoas para lhes dar a vida de Deus, compartilhar a vida, o espírito de Deus que ela recebeu.

Orar é saber dizer obrigado.

É parar e agradecer a Deus: “Minha alma exalta o Senhor, e meu espírito se emociona com alegria em Deus, meu Salvador …” (Lc 1, 46-47). É um agradecimento que vem do fundo do meu coração. Por que dar graças a Deus? É preciso primeiro reconhecer que alguém me fez bem, me deu vida, alegria, felicidade. Maria diz: “Porque ele desprezou a degradação de seu servo …” (Lc 1:48) Deus ama alguém pobre como eu. Eu conto nos olhos dele. Vale mais do que receber um milhão de dólares. Eu tenho valor! O Dia de Ação de Graças brota de um coração que se sente amado.

Finalmente, orar é manter os traços de Deus em seu coração.

“E sua mãe guardou fielmente todas essas coisas em seu coração” (Lc 2, 51). Ela manteve todos os eventos que viveu em seu coração. Ela encheu seu coração com as bênçãos de Deus. Ela ofereceu suas tensões e seus sofrimentos a Deus. Verdadeiros discípulos são aqueles que se lembram do amor de Jesus Cristo. Somos capazes de amar quando nos sentimos muito amados: “Este é o meu comando: amar um ao outro como eu te amei. Jo 15:12.

Obrigado Maria por nos ensinar a orar. Ore por nós para que amemos a Deus com todo o coração, com toda a alma e com todo o poder.

%d bloggers like this: