Violence and Churches

Mesa Redonda Ecumênica realizada dia 27.09.2018 on “Superação da Violência nas Igrejas

Dia vinte e sete de setembro de dois mil e dezoito, o Centro de Pesquisas e Estudos para o Diálogo inter-religioso, Ecumênico e intercultural, realizou uma mesa redonda com as igrejas cristãs, para partilhar o tema “Superação da Violência” nas Igrejas, abordando principalmente o que tem feito às igrejas cristãs quanto ao gesto concreto da superação da violência. Participaram deste evento a Igreja de Confissão Luterana com o seu representante o Reverendo pastor Nelson Kilpp; o representante da igreja Presbiteriana Unida, o Reverendo Pastor Cláudio Márcio Rebouças; o representante da Igreja Católica, padre José Antônio Pecchia; a igreja Anglicana, foi convidada a pastora Bianca Daebs, mas a mesma não pôde comparecer.

A mesa redonda teve inicio ao tema da superação da violência com uma fala do diretor do centro cardeal Lavigerie, Padre Moussa Serge Traore sobre o tema já abordado pela Igreja católica em outra época, levando a refletir a preocupação da igreja nos diversos campos da sociedade, principalmente nos dias de hoje onde a violência está presente em diversos lugares.


A segunda fala foi direcionada para o pastor Claudio Marcio Rebouças da Igreja Presbiteriana Unida que aborda justamnente o esforço pela superação da violência, comenta dessa iniciativa da igreja Catóilica em trazer temas tão interessante para as igrejas ecumênicas.


O padre José Antonio Pecchia pontua a necessidade de mais encontros ecumênicos para assim a sociedade perceber a união entre as igrejas que estão sempre dispostas a buscar a paz que independe de credo ou religiões.

O pastor da Igreja de Confissão Luterana Nelson Kilpp comenta que ações como esta estão sendo realizadas ao longo do tempo em sua igreja, diakonias que são grupos de serviços que trabalham para a superação da violência, aborda e apresenta as cartilhas educativas que são trabalhadas nos grupos de reflexão como superação à violência tendo a participação de diversos grupos da sociedade,deixando alguns exemplares para se lidos.
Todas a igrejas chegaram a uma conclusão de que de fato é preciso engajar na superação da violência a partir dos principios da família, onde é o berço da sociedade, e que diante de uma realidade tão clara vivida na sociedade é preciso dar um freio na violência da juventude, principalmente dos jovens negros que estão sendo ceifados, sem que haja uma justiça e direitos humanos para barrar essa desenfreiada injustiça que acontece na sociedade.

Houve um consenso em admitir que será preciso unidade entre as igrejas para que de fato possam externar a indignidade diante dessa situação tão constrangedora em nossa sociedade.

%d bloggers like this: